Últimos posts

RSS Feeds

Encontro com Marcatti em São Paulo

desenho de marcatti


Na próxima terça, dia 07, às 14h30, Marcatti participa do Encontro com o Autor, na Biblioteca Municipal Rubens Borba Alves (Rua Sampei Sato 440, Ermelino Matarazzo). Entrada franca. Lembrando que este ano foi lançado um livro com a biografia do mestre.

 Comentar

Exposição Macanudismo enfim em São Paulo

macanudismo

Demorou, mas enfim a exposição Macanudismo chegou a São Paulo. Realizada no Rio de Janeiro, Recife e Brasília, a mostra com mais de 500 tirinhas do argentino Liniers aporta no Centro Cultural Correios (Av. São João s/n Vale do Anhangabaú). Além da expo, rolam oficinas, mesa redonda com Laerte e Gustavo Duarte (25/7 às 15h) e palestras com Liniers (5/7 às 11h30) e Adão Iturrusgarai (22/8 às 11h30).

O JBlog conferiu no Rio mas vai visitar de novo por que 80% das tiras são diferentes, e contém novidades como uma entrevista ilustrada do ator Ricardo Darin e outros originais.

A curadora Bebel Abreu explica que "naturalmente gostaríamos de ter trazido pra cá mais cedo, pois é a cidade com o maior número de fãs dele, mas não tínhamos conseguido patrocínio antes".

Ela conta que a exposição foi selecionada no edital de ocupação da Caixa Cultural do Rio, "e o fato de esta ter sido a segunda mostra mais vista do espaço (52.000 visitantes, só perdeu pra expo do Salvador Dalí) fez com que fôssemos convidados para levar o trabalho de Liniers para Recife. Em 2013 o projeto passou no Edital dos Correios para Brasília, e o sucesso lá fez com que fosse convidado para vir a São Paulo".

Macanudismo fica em cartaz de 04 de julho até 01 de setembro, de terça a domingo das 11h às 17h, com entrada franca.

Leia também:
Como é o mercado de HQs na Argentina
Venes Caitano, um discípulo de Liniers que vem do Tocantins
Laerte e Angeli no Centro Cultural dos Correios do Rio

 Comentar

Doc inédito e debate sobre censura no humor

doc cartunistas - poster francês


Na próxima segunda-feira, 06/07, às 18h30, o Consulado da França no Rio de Janeiro em parceria com o Ciclo Ato Criador, receberá o cartunista francês Plantu para uma projeção especial do documentário “Cartunistas – Soldados de infantaria da democracia” (de Stéphanie Valloatto) no Cinemaison / Teatro Maison de France, no centro da cidade.

Após a projeção do filme, haverá um debate com Plantu (na foto abaixo) e o desenhista brasileiro Ziraldo. Esses eventos acontecerão junto com uma mostra da exposição Cartooning For Peace (Desenhar pela Paz).

O francês Plantu

O DOCUMENTÁRIO
O documentário “Cartunistas – Soldados de infantaria da democracia”, que foi apresentado no Festival de Cannes em 2014, conta as histórias de 12 cartunistas ao redor do mundo que sofrem censura e ameaças. Logo depois da condenação à morte lançada por fundamentalistas contra o dinamarquês Kurt Westergaard, autor de uma charge de Maomé, nasceu o projeto deste filme realizado pouco antes dos ataques ao Charlie Hebdo.

São ouvidos doze cartunistas de todo o mundo, entre eles, o francês Plantu, a tunisiana Nadia Khiari, o burquinense Damien Glez, o norte-americano Jeff Dazinger, o palestino Baha Boukhari, o russo Mikhail Zlatkovsky, a venezuelana Rayma Suprani e o cubano-mexicano Angel Boligan. Todos discorrem sobre seus métodos de trabalho e busca de inspiração, bem como sua batalha diária, ainda que bem-humorada, para manter-se afiados e resistir contra poderes que, sem cessar, os pressionam ou perseguem severamente.

cartunistas - poster português

Leia também:
Documentário discute o futuro das tirinhas de jornal
Documentário sobre um trintão bem maluquinho

 Comentar

Clássicos das HQs por apenas R$ 19,90

livro do HAGAR

livro do Recruta Zero

Belo trabalho realizado pelo selo Pixel, da Ediouro, o relançamento de tirinhas e histórias clássicas de personagens imortais. Com uma pesquisa primorosa, selecionando os melhores trabalhos, estes livros são comercializados por um preço honesto (R$ 19,90) para um acabamento em papel couché a cores.

Difícil é dizer qual é o melhor, mas apostaria nos dois livros de ouro, um do Recruta Zero e outro do Hagar, o Horrível. Mas, claro, diversão garantida nas tiras de Garfield & seus amigos e aventura à moda antiga com O Fantasma − O Tesouro do Fantasma, o único com uma história completa, que não é compilação de tiras.

Vale destacar também os textos introdutórios em cada livro, apresentando a história do autor, do personagem e contextualizando a obra. Mérito do editor Daniel Stycer e do grande Otacílio d´Assunção, o Ota.

livro Garfield e seus amigos

livro O Tesouro do Fantasma

Leia também:
Os 60 anos do Recruta Zero
Documentário discute o futuro das tirinhas
Livro de luxo para os fãs do Fantasma

 Comentar

Turma do Penadinho de roupa nova

penadinho Vida - capa

Numa sacada de mestre, Mauricio de Sousa vem reciclando os seus personagens e se aproximando de uma nova geração de quadrinistas brasileiros através do projeto Graphic MSP. Aqui no JBlog recebemos o mais novo lançamento, de um dos meus personagens favoritos: Penadinho.

Neste álbum da série, o casal Paulo Crumbim e Cristina Eiko, se viu diante de uma situação difícil além da vida, envolvendo outro casal. Em “Vida” (Panini Comics), Penadinho recebe a notícia de que sua amiga (e paixão secreta) Alminha vai reencarnar. Como se já não bastasse saber que terá poucas horas ao lado da sua amada, ela desaparece de repente.

Penadinho e Alminha - VIDA

Além de redesenhar à sua maneira os personagens do cemitério − Frank, Zé Vampir, Muminho, Lobi e Cranicola − a dupla realizou um trabalho bem espirituoso, com expressões de mangá, influências de game, colorização digital e sacadas como a do vilão que utiliza da propaganda “Trago a pessoa amada de volta viva ou morta”. Em resumo, uma aventura romântica onde Alminha diz ter “a impressão de que nunca estive tão viva”.

Penadinho surgiu em 1963 numa tira em que contracena com o Cebolinha, mas só foi batizado em 64. Alminha foi criada em 1980. A turma do cemitério, aí inclusa a Dona Morte, foi uma maneira inteligente, espírita e bem humorada encontrada por Mauricio de Sousa para tratar de um tema sensível, como a vida após a morte.

Penadinho e sua turma - VIDA
Leia também:
Desenho animado do Penadinho em 3D
Divulgado o trailer de Hotel Transilvânia 2
Gêmeos adaptam HQ sobre gêmeos

 Comentar

Lançamento na Vila Madalena

lançamento na monkix

A iniciativa da Editora Marsupial de preservar a memória dos quadrinhos brasileiros resultou na criação da Série Recordatório, que pretende registrar, em cada edição, a vida e a obra de uma personalidade ligada aos quadrinhos, pelas mãos de outros profissionais também ligados à área.

E na sua estreia, a série já traz três volumes: Primaggio Mantovi - O Mestre de Estilo Versátil, de Nobu Chinen, pesquisador da área; Marcatti - Tinta, Suor e Suco Gástrico, de Pedro de Luna, responsável pelo blog sobre quadrinhos do Jornal do Brasil; e Ivan Saidenberg - O Homem que Rabiscava, de Lucila Simões Saidenberg, filha do quadrinhista falecido em 2009, que adaptou a biografia que já havia escrito sobre o pai.

Pois no dia 27 de junho, a partir das 16h, os autores estarão juntos em uma Tarde de Autógrafos, ocasião em que também estará presente um dos biografados, Primaggio Mantovi. Além dos autógrafos, haverá um bate-papo sobre os quadrinhos brasileiros mediado pelo também quadrinista Flavio Soares, autor de A Vida com Logan – série de tiras que nasceu em blog e virou livro sobre as aventuras de um garoto com sindrome de Down, Logan, filho do autor.

Serviço:
Tarde de Autógrafos com os autores da Série Recordatório (Editora Marsupial )
Dia 27 de junho, sábado, a partir das 16h
Na MONKIX Livraria - Rua Harmonia, 150, Loja 3, Vila Madalena, São Paulo
GRATUITO e Censura Livre
Telefone: 11 2639 9250

Leia também:
Três lojas bem legais para visitar (e comprar) em São Paulo

 Comentar