Últimos posts

RSS Feeds

Smael expõe na Homegrown de Ipanema

Smael entre suas plantas

Depois de inaugurar sua galeria na Tijuca, a Homegrown anuncia na de Ipanema a exposição Fotossíntese, de Smael, inspirada em seu convívio diário com a natureza.

Serão expostas cerca de 15 obras entre desenhos, telas e uma instalação. Foram utilizados diferentes materiais, como madeira, tinta acrílica, spray, areia, papel, cordas de nylon, terra, nanquin, guache, polímero acrílico, posca, pastel oleoso e grafite. O tamanho das obras varia entre 15x30cm e 90x140cm.

trabalhos de Smael

Smael começou grafitando em 1998 e foi um dos fundadores da Santa Crew, de onde faz parte atualmente. A partir de 2003, entrou para o universo das galerias de arte, como boa parte dos grafiteiros de sua geração.

A expo vai rolar de 3 de setembro a 3 de outubro.

Smael em ação
Fotos: Henrique Madeira/Divulgação

Leia também:
Homegrown abre novo espaço na Tijuca
Artistas underground em exposição no Masp

 Comentar

Expresso do Amanhã: o filme versus a HQ

poster do filme Expresso do Amanhã
capa de O Perfura Neve

O filme “Expresso do Amanhã”, que estreia hoje nos cinemas, foi baseado não apenas em uma história em quadrinhos, mas em três, que foram lançadas este ano no Brasil pela editora Aleph num único volume, batizado de “O Perfuraneve”. O diretor Bong Joon−Ho conta que estava numa livraria, quando começou a ler o livro e não parou mais. Leu de cabo a rabo, em pé, na loja, e saiu de lá decidido a levar aquela história para a tela. E o mais fantástico de tudo: a HQ já tem mais de 30 anos.

“Le Transperceneige” foi lançada em 1984 , idealizada pelo roteirista Jacques Lob e o quadrinista Jean−Marc Rochette, e recebida com entusiasmo pelos fãs de ficção−científica. Em 1986, Lob receberia o grande prêmio de Angoulême, um dos mais importantes do mundo dos quadrinhos. Alguns anos após a sua morte em 1990, Rochette decidiu retomar o projeto e convocou o roteirista Benjamin Legrand, lançando mais dois volumes: “O Explorador” (1999) e “A Travessia” (2000).

A versão cinematográfica não segue à risca o que está nos quadrinhos. Trata−se de uma compilação de elementos dos três volumes, com uma licença poética para agregar coisas novas, porém preservando a trama principal. Após congelar o próprio planeta Terra, os únicos humanos que restaram moram dentro de um trem, que roda pelo globo terrestre num mesmo percurso há 17 anos. Como uma arca de Nóe moderna num mundo pós−apocalíptico, o trem destrói o gelo transformando em água e mantendo os seus habitantes vivos. Nas duas versões, o objetivo dos fundistas é chegar até a locomotiva e descobrir o que e quem está no comando daquele pequeno pedaço de mundo.

Os fundistas do filme liderados por Chris Evans
na hq o lider Proloff tem a cabeça raspada

FILME x HQ
No filme, a cada vagão conquistado, uma surpresa. Açougue, escola infantil, dentista, salão de beleza e até mesmo um vagão aquário com um surreal balcão com sushiman. Wilford o piedoso, personagem de Ed Harris, representa o construtor e condutor do trem. Já nos quadrinhos, há uma divisão maior de poder no super trem de luxo. Além dos conselheiros civis e do presidente, as decisões também são tomadas junto ao clero e aos militares.

vagão com arvores frutíferas
vagão creche do expresso

No primeiro volume, Jacques Lob dá um peso maior aos Irmãos da Máquina, a seita religiosa que influencia os passageiros, e cria a expressão “Santa Locomotiva, fonte de vida, rodai por nós”, elevando o meio de transporte a uma divindade divina. A partir do segundo volume, há um salto no tempo e surge um novo trem, o Desbrava−gelo, que realiza paradas frequentes, onde os exploradores saem para rápidas incursões no mundo exterior sob uma temperatura de 85 graus negativos.

Além disso, os passageiros vivem o tempo todo vidrados a um sistema interno de TV que manipula a massa. Mas o grande lance é a forma de dominação pelo medo de que o Desbrava−gelo possa um dia se chocar de frente com o Perfuraneve. E por ser a principal surpresa, não deve ser contada aqui.

pagina do primeiro volume de O Perfuraneve

Também presente tanto no filme quanto nos quadrinhos, o sexo e as drogas ganham pesos distintos. Na película, o nu e as cenas de sexo passam batido, e há viciados em kronol, um resíduo industrial altamente inflamável que ao ser cheirado provoca alucinações. Já no papel, a transa rola solta e o próprio presidente tem duas mulheres. Nesse ambiente, os viciados se utilizam basicamente de álcool, maconha e vap´shit, uma espécie de desinfetante.

No desenho, Jacques Lob criou o personagem de Al, historiador e arquivista do Perfuraneve, que registra o dia−a−dia do trem num diário de bordo e mora na parte dianteira. Já no filme, Bong Joon−Ho optou por um pintor da segunda classe que rabisca tudo e todos em pedaços velhos de papel. Esses desenhos foram feitos por encomenda pelo próprio Jean−Marc Rochette, que na ocasião da filmagem fez uma exposição com eles. Enfim, veja o filme e leia o livro, ou vice−versa. Depois desta viagem ninguém será o mesmo.

Leia também:
Whiteout: mais uma HQ que vai para o cinema
Tromba Trem, novo desenho animado brasileiro

 Comentar

AIC abre filial no Rio com ótimos cursos

AIC Rio - infografico

De mansinho a Academia Internacional de Cinema chegou ao Rio e já está fazendo o maior sucesso. "Abrimos em março e já temos 200 alunos", comemora a coordenadora Lia Gandelman, destacando que a demanda por uma filial da empresa paulista é antiga. "Cinema é no Rio, né?".

Dois cursos bacanas vão agitar o casarão de Botafogo: criação literária e transmidia. As aulas de transmidia serão às terças e quintas, das 8h30 às 10h30. As de criação literária começam em 15 de setembro, e acontecem às terças e quintas, das 19h30 às 22h30.

A AIC também mais três cursos na área de escrita: Roteiro, Roteiro para TV e Formação Livre em Roteiro. Quem se interessar pode ligar para 21 2537-8183 ou mandar um e-mail para atendimentorj@aicinema.com.br

Eu estive por lá e destaco a sala de edição e a área de convivência nos fundos da casa. Vale a pena ao menos fazer uma visita.

aic rio vista 1
aic rio - vista 2

Fotos: Maria Eduarda Tavares/Divulgação

Leia também:
Concurso tradicional de mangá abre inscrições
Saiu a programação do Ugra Zine Fest 2015

 Comentar

Em 2016 será a vez de Mogli, o Menino Lobo

Mogli o menino lobo

A Disney divulgou o poster de 'Mogli - O Menino Lobo', que chega aos cinemas em 2016 e terá Ben Kingsley como o dublador da pantera. O menino Neel Sethi (abaixo) foi o escolhido para viver o protagonista.

Neel Sethi viverá o Mogli de 2016

Leia também:
Divulgado o trailer de O Bom Dinossauro
Vincent van Gogh em quadrinhos
Turma da Mônica: agora é cada um por si

 Comentar

Livro de Rocky & Hudson é lançado no Brasil

convite Rocky & Hudson em SP


Adão Iturrusgarai sai da toca e lança o livro dos caubóis gays Rocky & Hudson em São Paulo e Curitiba. O livro já havia sido lançado no exterior. Confira as datas e locais:

CURITIBA - 20/08 QUINTA-FEIRA 19h
Itiban Comic Shop (Av. Silva Jardim, 845)

SÃO PAULO - 22/08 SÁBADO
-13h Centro Cultural Correios (Av. São João, s/n, Vale do Anhangabaú)
-19h Conjunto Nacional, livraria Geek. (Av. Paulista, 2073)

rocky e hudson curitiba

Leia também:
Aline e seus 3 amores
No papel, Aline em sua maior intimidade

 Comentar

Encontro de HQs e mangá em Araruama (RJ)

encontro de hqs de araruama

O Curso de Quadrinhos Gico HQ! está promovendo o Primeiro Encontro de Quadrinhos e Mangá na cidade de Araruama, Região dos Lagos do Rio de Janeiro.
O evento acontece dia 5 de setembro, das 14h às 18h, no Center Shopping, ao lado da prefeitura, e terá entrada franca.

Estão programados um "mercado das pulgas", um bate-papo sobre a criação da revista "Salomão Ventura - Arquivos Perdidos" e um "aulão" de desenho com o ilustrador Giorgio Galli. Maiores informações pelo telefone (22) 98831-9262.

 Comentar