RSS Feeds

1946 - Esmagadora vitória da Monarquia nas eleições grega

Jornal do Brasil: Terça-feira, 3 de setembro de 1946
O povo grego decidiu, por esmagadora maioria, pelo monarca Jorge II.

O Rei Jorge vinha observando os republicanos de esquerda e os comunistas, que tinham o apoio moral de Moscou e o apoio popular pela atuação na resistência contra os nazistas, perderem a batalha contra os conservadores adeptos da monarquia. Enquanto isso os monarquistas mostravam-se confiantes, pois supunham a sua causa apoiada pela Grã-Bretanha.

À medida que aumentava a tensão diplomática neste drama dinástico, Jorge II, sozinho nos seus aposentos do Claridge Hotel em Londres, considerava os últimos trinta anos e observava que os grandes conflitos políticos na Grécia tinham girado em torno da pessoa do monarca. Tristemente relembrava o avô, Jorge I, príncipe dinamarquês, irmão da Rainha Vitória. O rei Jorge I ascendeu ao trono grego em 1863, governou por 50 anos e foi assassinado pouco antes do seu jubileu, em 1913.

O filho Constantino o sucedeu, mas o seu pró-germanísmo, sublinhado pelo seu casamento com a irmã do Kaiser Guilherme II, entrou em conflito com o ardente sentimento pró-Aliados do povo grego. Constantino se viu forçado a abdicar. O seu filho mais velho, também foi posto de lado porque era muito pró-alemão, e assim Alexandre, irmão mais moço, ascendeu ao trono.

A Grécia então se juntou aos Aliados, e lutou bravamente contra a vizinha Turquia e a Alemanha na Primeira Guerra Mundial. Alexandre morreu em 1920. Após a Primeira Guerra a depressão econômica atingiu a Grécia e Constantino I foi chamado de volta do exílio e se fez novamente rei. Desde então a história da Grécia tornou-se a história da luta entre monarquistas e republicanos.


Condenação das doutrinas comunista

Durante a Segunda Guerra Mundial, grupos guerrilheiros monarquistas e comunistas lutaram contra a Itália e a Alemanha, e após a Guerra estes grupos rivais passaram a lutar entre si até 1949. A década de 50 foi de expansão da economia grega, com a assistência norte-americana prevista no Plano Marshall. Em 1964 Constantino II, subiu ao trono, depondo Papandreau que era o primeiro ministro. Em 1967, tropas do Exército grego deram um golpe de estado, instaurando uma ditadura militar de direita. Em 1973 o coronel George Papadopoulos aboliu a monarquia e proclamou a república.


Confira também:
01/09: 1994: O Ministro Ricupero e a Parabólica


Amanha: Em 1980 - A morte de Samuel Wainer



« anterior próximo »

Comentários


Não há comentários

Comentar

:

:
:



Hoje na História - Siga no Twitter!