RSS Feeds

1964 - O primeiro "close-up" da Lua

Jornal do Brasil: Sábado 1 de agosto de 1964


A nave espacial Ranger 7 completou com sucesso sua missão exploratória da superfície lunar, e transmitiu à estação rastreadora de Goldstone, no deserto de Mojave, Califórnia, EUA, as primeiras fotografias detalhadas da superfície lunar. O momento mais emocionante do vôo de três dias foi quando o diretor do Projeto Ranger, Harris Schurmeier, disse que as primeiras cópias "parecem excepcionalmente boas".

O êxito de precisão matemática foi louvado pelo Presidente Johnson e pelos cientistas soviéticos, enquanto o Vice-Presidente da Associação Interplanetária Britânica, Kenneth Gaitland, aplaudia o "passo decisivo" no projeto de levar um homem à Lua, e dizia que agora não poderia haver mais dúvida quanto a essa possibilidade por falta de conhecimento da superfície lunar.


Jornal do Brasil : Sábado, 1 de agosto de 1964
As seis objetivas do Ranger 7 funcionaram perfeitamente bem durante cerca de 16 minutos, até um décimo de segundo antes do violento impacto do Ranger com a Lua, a nove mil quilômetros horários, aliviando assim o terrível suspense dos cientistas. As câmeras transmitiram 4320 fotografias através de uma distância perto de 400 mil quilômetros, sendo a última apenas dois décimos de segundo antes do impacto. Focalizaram de um modo geral a mesma área, e ligeiras diferenças de ajustes fizeram com que as imagens se complementassem, sem duplicação. Os sinais recebidos em Goldstone foram registrados em filme de 35 milímetros e em fita magnética.

Os Estados Unidos se adiantaram à União Soviética na exploração do espaço. Em 20 de julho de 1969 o astronauta americano Neil Armstrong entrava para a história como o primeiro homem a pisar na Lua, a bordo da nave Apolo XI.



Confira também:
31/07: 1944: Saint Exupéry levantou vôo e nunca mais voltou


Amanhã: Em 1976 - O acidente de Liki Lauda


« anterior próximo »

Comentários


Comentários

Elidiana enviou em 02/08/2008 as 18:48:

Supr hipr mega interessant.Ótimo!


Comentar

:

:
:



Hoje na História - Siga no Twitter!