RSS Feeds

5 de maio de 1987 - Morre Tenório Cavalcanti, o homem da capa preta.

Morre o homem da capa preta, Tenorio Cavalcanti. Jornal do Brasil: Quarta-feira, 6 de maio de 1987.
"Pistoleiro? Herói? Vilão? Demagogo? Populista? Divisionista? Revoltado? Vingador dos pobres e oprimidos? Tenório Cavalcanti leva para o túmulo todas as interrogações não totalmente esclarecidas pelos que se aventuraram a estudar sua vida e obra. Mas são justamente estas contradições que fazem de Tenório um dos mais ricos exemplos do faroeste - disfarçado ou exposto - que caracterizou parte da vida política brasileira". Jornal do Brasil

Ao som do Hino Nacional e vestido com a velha beca da formatura pela Faculdade Nacional de Direito, o ex-deputado Tenório Cavalcanti, 81 anos, foi sepultado em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O homem da capa preta e da lurdinha - sua arma portátil, que se vangloriava de ter 47 perfurações de bala, morreu de pneumonia no meio da madrugada.

Deputado federal em duas legislaturas, duas vezes candidato ao governo do estado no Rio,Tenório Cavalcanti teve a vida marcada pela violência nos anos 50 e 60 e tornou-se legenda e mito, principalmente para a população humilde de Caxias.

Quem foi ao enterro de Tenório sentiu que é duvidoso garantir que ele tenha deixado realmente uma herança política. Homens com a sua característica - e os métodos arriscados e nada convencionais que escolheu para fazer carreira - não costumam deixar herdeiros. Carismáticos, estes personagens são cada vez mais raros. Tenório, misto de anjo e de demônio, não podia fugir à regra.

A biografia de Tenório Cavalcanti foi escrita pos sua filha Do Carmos. Para saber mais, clique aqui!

« anterior próximo »

Comentários


Comentários

dielly enviou em 09/12/2011 as 15:19:

va com Deus parente.

ANDRÉ CAVALCANTE enviou em 26/06/2012 as 00:16:

O tio avô TENÓRIO CAVALCANTE é sem dúvida o meu ídolo eterno e que nosso país, precisa de um governo com homens deste perfil que não leva recado para casa e nem aceita impunidade e muito menos corrúptos e pessoas que usão os votos do povo para se eleger, engrandecer e não faz nada pelos mais carentes em tudo na vida. A matéria é interessante, pois mostra aos jovens o que é ser homem digno e o que é ser político.

murilo enviou em 21/11/2012 as 00:20:

Nada pior do que a escravidão ocasionada pelo analfabetsmo político.Precisamos mais de um capitão Lamarca do que um Tenório Cavalcanti, um despota esclarecido.

junior enviou em 16/12/2012 as 13:36:

tenorio cavalcante é meu tio parente de josé guedes dos santos

basilio toledo enviou em 11/04/2013 as 21:19:

só de assistir o filme fiquei fã de tenório cavalcante esse era um verdadeiro homem de verdade...

marcelo guiraldi enviou em 25/05/2013 as 16:01:

Não tinha santo e nem homem justo ele foi um corajoso tinha sim ambições em poder e riqueza mas hoje nem tem um criminoso no poder politico tem o crime organizado que é muito pior.

izanir enviou em 07/08/2013 as 15:35:

fui amiga do senhor TENORIO


Comentar

:

:
:



Hoje na História - Siga no Twitter!