RSS Feeds

9 de agosto de 1969 – Sharon Tate é morta pela Família Manson




Ao fim de uma década marcada pelas manifestações de amor e paz do movimento hippie, integrantes de um grupo que vivia em comunidade num sítio ao Sul da Califórnia assassinaram cruelmente quatro amigos da alta sociedade norte-americana. Entre as vítimas dos assassinos liderados por Charles Manson, estava a atriz e sex symbol Sharon Tate, esposa do diretor Roman Polanski, na época grávida de oito meses.

Durante a madrugada do dia 9, quatro jovens – um homem e três mulheres – desceram de um chevete amarelo estacionado na frente da casa do músico Terry Melcher, que era alugada por Sharon Tate e Roman Polanski, com apenas um objetivo: destruir o imóvel e assassinar todos que estivessem dentro da residência. Assim, Charles “Tex” Watson, de 23 anos, pulou a cerca da mansão, cortou os fios de telefone e abriu caminho para Susan Atkins, Patricia Krenwinkel e Linda Kasabian passarem. No caminho, mataram a tiros um empregado que deixava o local de carro. Dentro da residência, a tiros e facadas, acabaram com a vida de Tate, Wojciech Frykowski, Jay Sebring e Abigail Folger.






O corpo de Sharon – famosa por ter estrelado A dança dos Vampiros, dirigido pelo marido, e Vale das Bonecas, de Mark Robson – foi encontrado vestindo um biquíni. Havia uma corda de nylon ao redor de seu pescoço, atada a Wojciech Frykowski, amigo de Polanski, o qual se encontrava na Europa rodando um filme. De acordo com a biografia de Charles Watson, ele teria esfaqueado Tate dezesseis vezes, enquanto ela implorava para viver apenas até ter o filho. “Mãe, mãe...”, teria dito a atriz pela última vez.

Ao fim do crime, o grupo escreveu na porta da casa a palavra “porco”, com sangue das vítimas e partiu para sua comunidade a fim de prestar contas para Charles Manson. No dia seguinte, os assassinos, junto com seu líder, voltaram a Los Angeles para praticar outro crime, dessa vez contra o rico casal Leno e Rosemary LaBianca. Os assassinatos de Tate e do casal ficaram conhecidos como Caso Tate-LaBianca.

Os quatro membros da seita, mais Charles Manson, o qual se considerava a reencarnação de Jesus Cristo, foram presos apenas em dezembro do mesmo ano, sendo condenados à pena de morte, em 1971. A pena, no entanto, foi reduzida para prisão perpétua. Todos permanecem em cárcere até hoje.




Leia também:

Em 1977 - Roman Polanski é condenado a prisão

« anterior próximo »

Comentários


Comentários

gustavo enviou em 11/08/2010 as 01:14:

e pensar que existe ainda a ATWA Brasil....

taina enviou em 17/10/2010 as 22:15:

meeus pais foram no SHOW de vs!!

taina enviou em 17/10/2010 as 22:15:

meeus pais foram no SHOW de vs!!


Comentar

:

:
:



Hoje na História - Siga no Twitter!